Mensagens

Para Consumo Interno?

Imagem
Foto Sporting CP

O futsal foi a primeira modalidade de pavilhão a voltar oficialmente aos trabalhos. A pandemia teve uma influência brutal na forma como este mercado foi abordado pelo Sporting e por praticamente todas as equipas do mundo. Quem tinha melhores bases acabou por sair por cima ou reforçado de tudo o que se passou desde Fevereiro para cá.

O Plantel
Do plantel ainda campeão europeu, (sim, porque a prova europeia foi interrompida e, como ainda não se disputou a final four, ainda somos os campeões europeus!), há a registar as saídas do histórico Deo (um dos jogadores mais titulados do Futsal do Sporting), do ala Alex e do fixo Léo Jaragua. Os alarmes soaram nos adeptos! As saídas destes 3 futsalistas foram feitas em conjunto com a de muitos outros de outras modalidades, naquela que foi, para mim, uma péssima gestão de comunicação e expectativas, por parte da direcção do clube.  Em termos práticos, Deo estava enterrado na rotação na ala esquerda, Alex chegou a ser um dos melhores n…

Novo Ano Zero

Imagem
Foto Sporting CP
Quem diria que o título deste artigo seria praticamente o mesmo que o título do artigo que escrevi há quase 1 ano?Nessa altura, quando fiz a análise ao plantel do voleibol, que intitulei de “Novo ano zero no voleibol masculino” (e que podem ler aqui), referi que estavamos no terceiro ano da modalidade e no terceiro ano zero, tal o número de mudanças no plantel existentes de época para época.Surpresos por estarmos a falar novamente do mesmo?

O Plantel
Nove saídas! De um plantel composto por 14 elementos, saíram 9! Anunciadas de forma oficial, todas de uma assentada, num comunicado publicado no site, à hora a que jogava a equipa de futebol principal!Não sei o que vocês pensam sobre isto, mas eu não gostei nada. Sobretudo pelo timing do dito, como se fosse para passar por entre os pingos da chuva…Entre esses 9 atletas estavam, por exemplo, José Pedro Monteiro (estava cá há 3 anos e foi campeão no Sporting), Thiago Sens, o capitão de equipa e o primeiro jogador a ser pedido …

O regresso de Ellisor, Travante & comp.

Imagem
Foto Jornal A Bola - link

Foi com o basquetebol que iniciei este blog, em Setembro de 2019. Na altura, fiz a análise ao plantel que estava a ser composto para o regresso da modalidade, 24 anos depois e que podem recordar aqui . Tentarei fazer o mesmo exercício para a nova época de 2020/2021.

O Plantel - Entradas e Saídas
Estabilidade.
O plantel sofreu poucas mexidas. Saíram 3 americanos e 1 português: o base Ty Toney (emprestado ao recém-promovido Imortal de Albufeira), o extremo/poste Brandon Nazione (que esteve lesionado praticamente toda a época), o poste Abdul-Malik Abu (com destino ainda desconhecido) e o segundo base André Cruz (para o Belenenses, não se sabendo se por empréstimo, se definitivamente, o que seria um erro).
André Cruz é um jovem de grande potencial, que passou quase a totalidade da época a jogar na Proliga (2ª divisão), na Academia do Lumiar (a nossa “equipa B”), pelo que a sua saída não deverá ter impacto no plantel principal.
Embora fosse bom jogador, a saída de Nazion…

Competições Europeias 2020/2021

Imagem
Na próxima época, teremos as 5 principais modalidades de pavilhão nas competições europeias. O destaque vai para o regresso do basquetebol à Europa e logo para a forte Champions League. Ainda que possa ser um pouco prematuro, vou falar-vos um pouco sobre as competições, os adversários e as expectativas em termos de participação para o andebol, basquetebol e voleibol.

EHF European League (Andebol)
A EHF reformulou as competições europeias a partir da próxima época. Em termos de hierarquia, a Champions League era a principal competição, seguida da EHF Cup e terminando na Challenge Cup, ganha já duas vezes pelo Sporting.  A Champions League tem um novo formato (com prémios monetários bastante atractivos), a Challenge Cup foi extinta e a EHF Cup, aquela onde iremos estar inseridos na próxima época, foi também ela remodelada, a começar logo pelo nome; podemos encarar esta nova European League como uma espécie de junção entre a EHF Cup e a Challenge Cup.


Neste novo formato, a fase de grupos será…

Silêncio e Preocupações

Imagem
Vivemos tempos incertos. As empresas começam lentamente a reabrir, pelo menos as que conseguiram subsistir a esta crise pandémica, e todos teremos que nos adaptar a uma nova realidade pós-COVID. O desporto não foge a esta regra, muito menos o Sporting.
Com o fim das competições, caiu a primeira pedra de um dominó que se prevê longo, tal como aquelas montagens que vemos em vídeos que devem ter demorado meses a fazer e que depois se desfazem em alguns segundos. Começamos a ver agora notícias de saídas e contratações para as várias modalidades. Algumas irão sofrer retoques pontuais, outra (ou será outras?), uma pequena revolução!

Silêncio
O primeiro grande problema foi o que antecedeu a esta primeira peça do dominó ter caído: a ausência de comunicação - um total vazio seja do que for, por parte do Sporting. Jogadores que terminavam contrato em Junho ou Julho e que, no final de Março, ainda não tinham qualquer indicação se os mesmos iriam ser renovados, rumores de saídas em barda fruto de um d…

Dream Teams Basquetebol e Voleibol

Imagem
Hoje trago-vos duas equipas duma só vez.
Porquê as duas ao mesmo tempo? Porque ambas tiveram um interregno de 24 anos, que fica claramente demonstrado pelos resultados das votações. O voleibol quando regressou foi campeão logo no ano de "estreia" e nesta época, o basquetebol estava bem encaminhado, liderando a liga na fase regular, antes da paragem devido ao COVID-19.
Como disse anteriormente, as votações reflectem bem o interregno que houve nas duas modalidades. Há sportinguistas que nunca tinham visto o voleibol sénior masculino a jogar, sendo que o mesmo se aplica ao basquetebol.  É preciso dizer também que, estas duas modalidades, foram as que tiveram menos votações por parte dos leitores.
No que ao basquetebol diz respeito, para começarmos por ordem alfabética, os bases escolhidos variaram entre Carlos Lisboa (para quem não sabe, foi formado no clube de Alvalade), James Ellisor, Augusto Baganha e José Costa. Para a posição de extremo e extremo/poste,  as escolhas foram…

Dream Team Andebol

Imagem
Depois do Futsal, o andebol é das secções com mais títulos na história das nossas modalidades. 
Nas respostas dadas ao desafio, percebeu-se claramente dois tipos de leitores: os mais novos, para quem a equipa dos últimos 2/3 anos contempla dos jogadores mais talentosos de sempre, como os resultados na champions comprovam; os mais velhos, que se lembram de jogadores como Kraljic, Andorinho e até dos fantásticos 7 magníficos da década de 70.
Mas vamos aos resultados...
Para a posição de guarda-redes, os eleitos foram: Asanin, Skok, Carlos Ferreira, Carlos Silva e até Bessone Basto. Não houve grande unanimidade e os resultados finais foram muito próximos.
Já para as pontas, direita e esquerda, não houve como fugir muito aos atletas de eleição que tivémos. Ghionea, Portela, Andorinho, receberam a quase totalidade dos votos, tendo Miranda, Bingo, Nikcevic e Solha, tido votos residuais.
Para as posições de lateral, mais uma vez, esquerdo e direito, muito pouca variedade na escolha dos leit…

Dream Team Futsal

Imagem
Só podia ser a secção mais titulada das nossas modalidades de pavilhão, a dar início a esta rúbrica.
Das dezenas de respostas que recebi, muitas delas têm poucas nuances.
Assim, para a Baliza a escolha recaíu maioritariamente em João Benedito ou Guitta. Apenas uma pessoa referiu José Belo.
Para a posição de fixo, a escolha foi praticamente unânime: João Matos. Nada a dizer do Samurai!
Para as alas é que a coisa começa a variar um pouco. Merlim, Alex, Taynan, Diogo, Caio Japa, Deo Seninho, Divanei e Pauleta. Surpreendente a escolha de Seninho, aquele que foi considerado o primeiro grande jogador de futsal de Portugal, tendo saído do Sporting em 1991. Talvez tenho sido a escolha de alguns leitores mais "experientes".
Para a posição de pivô, também alguma variedade nas escolhas: Cardinal, Dieguinho, Alex, Zezito e ainda Fortino (quase sempre escolhido para suplente).
Como treinador, unanimidade completa: Nuno Dias foi a escolha de todos. Paulo Fernandes e Orlando Duarte teriam…